+

Universidade de SC luta na Justiça para que ex de Whindersson pague o que é acusada de dever à instituição

Processo corre na 1ª Vara da Fazenda Pública de Blumenau

Universidade de SC luta na Justiça para que ex de Whindersson pague o que é acusada de dever à instituição

Processo corre na 1ª Vara da Fazenda Pública de Blumenau

Redação O Município Joinville

Por Gustavo Siqueira

A influenciadora digital Maria Lina Deggan, de Blumenau, responde, desde outubro de 2021, a um processo na 1ª Vara da Fazenda Pública de Blumenau. Conhecida nacionalmente após o relacionamento com o humorista e youtuber Whindersson Nunes, Maria Lina estaria devendo à Universidade Regional de Blumenau (Furb), na qual cursou Engenharia Civil.

De acordo com o rito do processo, o qual a coluna Gustavo Siqueira, de O Município Blumenau, teve acesso, o valor da causa atingiu R$ 13.126,95. Em uma decisão interlocutória de 8 de novembro de 2021, o juiz Raphael de Oliveira e Silva Borges compreendeu que não havia interesse de acordo entre as partes.

Sendo assim, o juiz intimou os envolvidos a apresentarem provas e documentos necessários para a continuidade do processo. Agora, o processo corre, enquanto a Furb busca recuperar os valores pagos pela influenciadora.

Repercussão nacional

O caso foi dado em primeira mão pela coluna Em Off, do portal IG. Além disso, repercutiu no jornal Folha de São Paulo. Nos detalhes do processo, os quais os veículos tiveram acesso, foi informado que o valor que Maria Lina deve é de cerca de R$ 6 mil.

Leia também:
– Decreto altera veículos permitidos a utilizarem faixa de ônibus em Joinville
– Operação da Polícia Federal prende ex-ministro da Educação
– Jovem ferida em acidente com mini lareira recebe alta do hospital em Joinville
– Ex-diretor de Turismo de Brusque fala sobre evento com “danças sensuais” que culminou em sua saída do cargo
– FOTOS – Conheça o trabalho feito por zoológico de Pomerode com animais silvestres resgatados


Receba notícias direto no celular entrando nos grupos de O Município Joinville. Clique na opção preferida:

WhatsApp | Telegram


• Aproveite e inscreva-se no canal do YouTube

Colabore com o município
Envie sua sugestão de pauta, informação ou denúncia para Redação colabore-municipio
Artigo anterior
Próximo artigo